Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Professor João Marques apresentou o primeiro volume da sua "Obra Selecta"

Póvoa de Varzim, 30.06.02008 - "Um gesto fidalgo que a Câmara Municipal quis ter para com um trabalhador modesto da sua grei” foi deste modo que João Francisco Marques se referiu à sessão pública de lançamento do primeiro volume da sua Obra Selecta, na passada sexta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

Notícias

Professor João Marques apresentou o primeiro volume da sua "Obra Selecta"

Póvoa de Varzim, 30.06.2008

Póvoa de Varzim, 30.06.02008 - "Um gesto fidalgo que a Câmara Municipal quis ter para com um trabalhador modesto da sua grei” foi deste modo que João Francisco Marques se referiu à sessão pública de lançamento do primeiro volume da sua Obra Selecta, na passada sexta-feira, no Salão Nobre dos Paços do Concelho.

“Trata-se, de facto e apenas, de uma colectânea de trabalhos selectos na pluralidade da área histórica que, de há muito, se apresenta como o campo científico da nossa especialização e cultivo”, acrescentou o autor partilhando o seu sonho de publicar a multiplicidade dos seus escritos. “Enfim, se as circunstâncias se tornarem propícias, talvez a concretização deste sonho seja um facto”, afirmou João Marques apontando dois novos possíveis temas para editar para além dos próximos volumes da Obra Selecta: sobre os confessores régios em Portugal e sobre as personalidades importantes da Póvoa de Varzim. “Os meus estudos são bolbos deixados na terra à espera de florir. Continuarei a contribuir para a cultura portuguesa com perseverança”, concluiu João Marques, notável historiador da cultura portuguesa.

Publicamente ficou a promessa da Câmara Municipal, na pessoa do Vereador da Cultura, Luís Diamantino, de contribuir para o enriquecimento da cultura portuguesa através da publicação dos trabalhos do Professor. Aliás, o apoio do município já se verificou na edição do Volume I da Obra Selecta, agora apresentado e ainda no Volume II que está já em fase de reprodução. Assumido o compromisso de apoiar todas as obras que o Professor João Marques quiser levar avante, Luís Diamantino concluiu dizendo “Pode continuar a sonhar porque primeiro é o sonho”.

João Francisco Marques nasceu a 9 de Janeiro de 1929, na Póvoa de Varzim, estudou humanidades, filosofia e teologia nos Seminários Arquidiocesanos de Braga, recebendo, em 1952, o presbiterado. Actualmente, é académico de mérito da Academia Portuguesa de História, Presidente da Direcção do Centro de Estudos Regianos e da Unidade de Investigação da Fundação Ciência e Tecnologia, membro do Centro Interuniversitário de História da Espiritualidade, do Centro de Estudos Africanos (FLUP) e do Centro de Estudos de História Religiosa da Universidade Católica Portuguesa.