Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Música antiga com Cappella Mediterranea e Mariana Flores

No dia 27 de julho, quinta-feira, às 21h45, o FIMPV apresenta, na Igreja Matriz, mais um concerto de música antiga Cappella Mediterranea e Mariana Flores (soprano) sob direção de Leonardo García Alarcón (‘Monteverdi a voce sola’).

Notícias

Música antiga com Cappella Mediterranea e Mariana Flores

Póvoa de Varzim, 25.07.2017

No dia 27 de julho, quinta-feira, às 21h45, o FIMPV apresenta, na Igreja Matriz, mais um concerto de música antiga Cappella Mediterranea e Mariana Flores (soprano) sob direção de Leonardo García Alarcón (‘Monteverdi a voce sola’).

A soprano argentina Mariana Flores estudou canto na Universidade de Cuyo, Argentina, com Silvia Nasiff e Maria Teresa D’Amico. Aperfeiçoou-se na Schola Cantorum Basiliensis (Suíça) com Rosa Dominguez, e participou nas masterclasses de Jennifer Smith, Margreet Honig, Jennifer Larmore e Bernarda Fink.

Afirmou-se rapidamente como uma incontornável intérprete do repertório barroco.

Leonardo García Alarcón nasceu em La Plata, Argentina, em 1976, onde começou a estudar piano aos seis anos de idade. Devido ao seu gosto pela música de J. S. Bach, adquiriu experiência na prática do baixo contínuo, e começou a estudar seriamente cravo e órgão. Ao mesmo tempo, iniciava a sua formação de direção musical na Universidade Nacional de La Plata. Em 1997, deu início ao estudo com a cravista suíça Christiane Jaccottet no Conservatório de Genebra. Nesta cidade, Leonardo García Alarcón tornou-se membro do Elyma Ensemble e assistente do seu diretor Gabriel Garrido.

Em 2005, fundou o próprio agrupamento, a Cappella Mediterranea, que se especializou na música barroca do Sul da Europa e da América Latina. Especificamente, a Cappella Mediterranea explora os três principais géneros musicais do início do século dezassete – o madrigal, o motete polifónico e a ópera –, três domínios expressivos que desenvolveram uma linguagem musical admiravelmente rica. Esta original abordagem e a qualidade das suas interpretações mereceram ao agrupamento a aclamação da imprensa internacional.

Esta 39ª edição do FIMPV é organizada pela Associação Pró-Música da Póvoa de Varzim e conta com os apoios estruturantes da Direcção-Geral das Artes (Ministério da Cultura), da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e do Turismo de Portugal, I. P., bem como de patrocínios e serviços de diversas empresas, ao abrigo de Lei do Mecenato.

Estão à venda em www.bol.pt e no Cine-Teatro Garrett (bilheteira 10h30 – 12h30 / 15h30 – 17h30), os bilhetes para os concertos do Festival. O ingresso, por espetáculo, custa 3,00 € e há ainda a possibilidade de adquirir bilhete passe para todos os espetáculos por 25,00 € e a brochura por 5,00 €. Os espetáculos incluídos em “Manifestações Paralelas” são de entrada livre. Nos dias dos concertos, também pode comprar os bilhetes nos locais onde se realizam (Auditório Municipal, Igrejas Matriz e Românica de S. Pedro de Rates), a partir das 20h30.

Consulte o programa completo aqui.