Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Música francesa no Festival

No dia 16 de julho, domingo, às 21h45, no Cine-Teatro Garrett, a soprano Raquel Camarinha, o pianista Yoan Héreau e o Quarteto Verazin dedicam o seu concerto à música vocal e instrumental francesa.

Notícias

Música francesa no Festival

Póvoa de Varzim, 14.07.2017

No dia 16 de julho, domingo, às 21h45, no Cine-Teatro Garrett, a soprano Raquel Camarinha, o pianista Yoan Héreau e o Quarteto Verazin dedicam o seu concerto à música vocal e instrumental francesa.

A colaboração entre Raquel Camarinha et Yoan Héreau inicia-se em 2012 e, desde logo, a vontade de desenvolver e aprofundar um trabalho de duo os conduz a diferentes projetos. Participam em 2014 na emissão Jeunes Solistes de France Musique e iniciam um mestrado de Música de Câmara no Conservatório Nacional Superior de Música e Dança de Paris, sob orientação da pianista Claire Désert e do violinista Amy Flammer, que concluem em 2016 com Mention Très Bien à l’unanimité et félicitations du jury.

A sua interpretação de La Voix Humaine de Poulenc, em França, na Lituânia e na 37ª edição do FIMPV, foi louvada pela crítica como um espetáculo único e exceptional onde o piano de Yoan Héreau sustenta o drama em finesse e respiração comum com a bela soprano Raquel Camarinha, uma cantora extraordinária. (Y. Sinno).

Especializados no reportório francês do século XIX e inícios do século XX, Raquel Camarinha e Yoan Héreau dedicam-se igualmente ao reportório do Lied e interessam-se particularmente pela música de compositores contemporâneos, desenvolvendo colaborações estreitas com Kaija Saariaho e Francesco Filidei.

Ambos desenvolvem simultaneamente uma atividade artistica individual. Raquel Camarinha, nomeada Revelação Artista Lírico nas Victoires de Musique Classique 2017 e vencedora de prestigiosos concursos internacionais, apresenta-se nos palcos europeus num vasto reportório, e distingue-se particularmente nos principais papéis de ópera de Mozart e Haendel. Yoan Héreau, em paralelo da sua atividade a solo e em música de câmara, desenvolve uma carreira de pianista-“chef de chant” na Ópera de Paris, voltando-se desde há alguns anos para a direção de orquestra. Em Junho de 2017, Yoan dirige o ballet “Little Match Girl Passion” de D. Lang na Ópera Garnier, em Paris.

Raquel Camarinha et Yoan Héreau apresentam-se regularmente em concerto en Paris (Théâtre du Châtelet, Salle Gaveau, Invalides, Opéra de Paris, Petit Palais, Philharmonie de Paris), em França (Festival de l’Épau, Festival Messiaen, Folle Journée de Nantes, Festival Radio France et Montpellier) e no estrangeiro.

Os projetos futuros incluem a gravação da integral das melodias de Chopin para a editora Mirare, um CD de Mélodie Française para a editora Naïve e uma tournée de concertos em França, Suíça, Rússia e Japão.

  

O Quarteto Verazin, agrupamento de cordas residente do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (FIMPV), apresentou-se oficialmente pela primeira vez em Julho de 2007. Participou em diversas masterclasses, nomeadamente com os quartetos de cordas Prazak, Fine Arts, Pavel Haas, Ardeo e Ebène, inseridas no FIMPV (edições de 2007, 2010, 2012, 2013 e 2014).

Trabalhou com Vladimir Mendelssohn e Jacek Klimkiewicz, na Folkwang Hochschule de Essen. Tem sido orientado pelos Professores Ryszard Wóycicki, Ana Bela Chaves, Radu Ungureanu e Pavel Gomziakov. O agrupamento dedica-se à divulgação do extenso repertório que muitos dos mais reputados compositores escreveram para quarteto de cordas (já interpretou em público obras de Joseph Haydn, Beethoven, Schubert,  Felix Mendelssohn, Antonín Dvorák, Claude Debussy, Maurice Ravel, Dmitri Shostakovich, Johannes Brahms, Borodin, Golijov, Grieg, Pärt, Hugo Wolf e Sergei Prokofiev).

Em estreia mundial, apresentou em Julho de 2008 o Quarteto nº 2 – “Movimentos do Subsolo”, de António Pinho Vargas, obra encomendada pelo FIMPV e gravada posteriormente em Outubro do mesmo ano (o respetivo CD foi lançado em 2009). Também em estreia mundial, apresentou em Julho de 2009 a obra “Verazin nº 1” expressamente encomendada pela 31ª edição do FIMPV ao compositor Carlos Azevedo. A formação insere-se regularmente na programação do FIMPV, desde 2007.

Participou nos “Dias da Música” de 2013 (Centro Cultural de Belém) e nas Semanas da Música 2013 (39º Festival Internacional de Música do Estoril).

É regularmente convidado a colaborar nas mais diversas atividades socioculturais no concelho da Póvoa de Varzim, além de outros palcos portugueses.

 

Esta 39ª edição do FIMPV é organizada pela Associação Pró-Música da Póvoa de Varzim e conta com os apoios estruturantes da Direcção-Geral das Artes (Ministério da Cultura), da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim e do Turismo de Portugal, I. P., bem como de patrocínios e serviços de diversas empresas, ao abrigo de Lei do Mecenato.

Estão à venda em www.bol.pt e no Cine-Teatro Garrett (bilheteira 10h30 – 12h30 / 15h30 – 17h30), os bilhetes para os concertos do Festival. O ingresso, por espetáculo, custa 3,00 € e há ainda a possibilidade de adquirir bilhete passe para todos os espetáculos por 25,00 € e a brochura por 5,00 €. Os espetáculos incluídos em “Manifestações Paralelas” são de entrada livre. Nos dias dos concertos, também pode comprar os bilhetes nos locais onde se realizam (Auditório Municipal, Igrejas Matriz e Românica de S. Pedro de Rates), a partir das 20h30. Consulte o programa completo aqui.