Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

"O Novo Sagrado" em exposição na Biblioteca Municipal

De 8 a 29 de setembro, estará patente, na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, uma exposição de fotografia de Fátima Abreu Ferreira intitulada “O Novo Sagrado”. A abertura da exposição será às 17h00 de sábado, 8 de setembro.

Notícias

"O Novo Sagrado" em exposição na Biblioteca Municipal

Póvoa de Varzim, 04.09.2018

De 8 a 29 de setembro, estará patente, na Biblioteca Municipal Rocha Peixoto, uma exposição de fotografia de Fátima Abreu Ferreira intitulada “O Novo Sagrado”. A abertura da exposição será às 17h00 de sábado, 8 de setembro.

 

“O Novo Sagrado” é  um  trabalho  sobre  as  crenças  humanas  numa  sociedade  em profunda mutação.

É uma procura, um mapeamento arqueológico das diferentes religiões, fés e espiritualidades que foram sendo assumidas pelas novas gerações, cada vez mais avessas às crenças incutidas por uma sociedade maioritariamente católica, e que não se identi­ficam com religiões organizadas ou com qualquer sistema autoritário que restrinja as suas decisões ou estilos de vida.

É uma investigação sobre os valores que guiam a nova bússola moral coletiva de toda uma sociedade com maior acesso a informação, maior mobilidade e interculturalidade que aprendeu a questionar dogmas preestabelecidos e partiu numa busca interior sobre o conceito de crença e da perceção do Sagrado.

 

Fátima Abreu Ferreira é uma fotógrafa portuguesa nascida na Guarda em 1983.

Em 1998 mudou-se para o norte do país e tornou-se psicóloga, área que abandonou em 2016 para se dedicar inteiramente à fotografi­a.

Essencialmente autodidata, a autora tem múltiplas publicações e expõe nacional e internacionalmente. Em 2018 termina o Mestrado em Fotogra­fia Artística e inicia o projeto editorial independente Red String.

O corpo de trabalho da autora tem uma forte visão humanista como forma de aproximação à vida nas suas esferas pública e privada com uma estética predominantemente a preto e branco, fornecendo uma visão intensa, visceral e dramática do sujeito.