A sessão contou com
a presença de Lucinda Delgado, Vereadora do Pelouro do Turismo da Câmara
Municipal da Póvoa de Varzim, que acredita muito neste programa que tem como
objectivo dar projecção ao Caminho pela Costa, permanecendo, simultaneamente, o
Caminho Central. Segundo a autarca, tanto a Póvoa de Varzim como os restantes
municípios envolvidos irão lucrar com este projecto que visa uniformizar e
conferir maior credibilidade ao Caminho pela Costa.

Integram este grupo de
trabalho representantes dos seguintes municípios portugueses: Porto, Maia,
Matosinhos, Vila do Conde, Póvoa de Varzim, Esposende, Viana do Castelo,
Caminha, Vila Nova de Cerveira e Valença. Estiveram ainda presentes autarcas
dos municípios Galegos de La Guardia, Oia e Nigrán.

Foram estudados
aspectos concretos para a implementação deste caminho, nomeadamente, a
sinalética, albergues, pontos de descanso, entre outros, bem como
possibilidades de financiamento para esta iniciativa cultural e religiosa que
leva centenas de milhares de peregrinos a Santiago todos os anos.

A discussão surge com um propósito comum: promover
o Caminho Português pela Costa a Santiago de Compostela permitindo ao peregrino
uma alternativa ao Caminho Central.