O curso começou
ontem, 20 de Outubro, e irá prolongar-se por mais três sessões, a 27 de
Outubro, a 3 e a 10 de Novembro, de cerca de duas horas cada. E provando que a
temática não suscita curiosidade apenas entre os técnicos que trabalham na
área, o curso conta com a participação de professores, de estudantes, de
historiadores, de bancários, de reformados, entre outros.

Depois de aprender
qual a importância da implementação de normas adequadas ao manuseamento e acondicionamento
dos objectos, os inscritos vão conhecer quais os materiais indicados para utilizar
na construção de sistemas de acondicionamento (cartão, cartolina, papel ou
plástico), passando depois para a vertente prática do curso, em que vão construir
sistemas de acondicionamento para objectos reais.

Este curso dá continuidade ao trabalho desempenhado
pelo Arquivo Municipal, no sentido
de não só divulgar o seu acervo, mas também partilhar com a comunidade conhecimentos
vários de que é exemplo este curso de conservação de documentos.