Trata-se
de uma comédia ao estilo do teatro popular medieval criado por dois dos
melhores intérpretes de Commedia dell’Arte da actualidade, Fabio Gorgolini e
Ciro Cesarano. Estes dois actores contam com a colaboração artística de Carlo
Boso.

A
apresentação deste espectáculo é da responsabilidade do Varzim Teatro que tem a
seu cargo a Temporada Teatral na Póvoa de Varzim.

A história de “Fabula Buffa”:

“Tornar-se-ão Bobos!
Farão com que todo o mundo rebente a rir, com que cada temor seja envolto numa
explosão de riso!”

Inspirada na tradição
popular italiana, “Fabula Buffa” conta o nascimento do contador de histórias
com o seu olhar irónico e grotesco sobre uma realidade nem sempre
tranquilizadora. Dois pedintes da época pré-cristã, um paralítico e um cego,
são milagrosamente curados contra vontade. São agora obrigados a enfrentar a
realidade como as pessoas normais. Esta mudança traumática cria duas reacções
opostas que conduzem à mesma trágica decisão: a de se suicidarem, quando eis
que inesperadamente surge um outro milagre dos céus…

 

“Fabula Buffa” já
foi representada em diversos festivais internacionais: Festival de
Santarcangelo (Itália), Festival de Mime et Théâtre Gestual de Reus (Espanha),
Festival “Giro in Italia” espaço Altigone (Toulouse, França), Festival Mois
Moliere (Versailles, França), Festival Internacional Teatro Agosto (Fundão,
Portugal), Festival Internacional de Máscaras e Comediantes (Lisboa, Portugal),
etc…

 

Picaro Teatro

Ciro Cesarano e Fabio
Gorgolini, ambos formados pela Académie International des Arts du Spectacle, em
Paris (sob a direcção de Carlo Boso) e licenciados em História do Teatro pela
Università degli Studi di Bologna. O seu percurso artístico tem sido centrado
na Commedia dell’Arte e no teatro popular. Após numerosas colaborações com
companhias profissionais Italianas e Francesas, os dois actores decidem criar a
Companhia. O objectivo é encontrar uma linguagem teatral capaz de conciliar o
tradicional a temáticas contemporâneas, a expressão corporal ao texto falado de
forma a dar vida a um teatro popular, social, burlesco e poético ao mesmo
tempo.

 

Carlo Boso é um dos mais conceituados e
reconhecidos encenadores de Teatro na Europa. Diplomado pelo Piccolo Teatro de
Milano,participou em mais de cinquenta criações teatrais dirigidas por
encenadores como Massimo Castri, Peppino de Filippo, Dario Fo, Giorgio Strehler
e Ferruccio Soleri. Como autor e encenador, Carlo Boso escreveu e dirigiu mais
de 40 peças que foram representadas nos principais Festivais Internacionais de
Teatro. Carlo Boso foi director artístico do Festival de Montmartre em Parigi,
do Festival de Teatro de Carcassonne, do Carnaval de Venezia e de Miano Aperta.
Dirigiu o Tag teatro em Veneza, o Teatro di Porta Romana em Milão e o Teatro do
Nord-Est em Treviso. Em 2004 fundou a Académie Internationale des Arts du
Spectacle nas instalações dos estúdios cinematográficos criados por Charles
Pathé em 1904 em Montreuil.