Às 10h00 realizou-se uma celebração Eucarística na Capela de N.ª Sr.ª do Desterro, em sufrágio de todos os sócios, amigos e simpatizantes da associação já falecidos, seguindo-se o hastear da bandeira, entoação do hino, e um porto de honra, na sede da associação.

O Vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Luís Diamantino, marcou presença nas iniciativas comemorativas da associação, momento que serviu ainda para conhecer a carrinha adquirida recentemente com o apoio do Município.

Luís Diamantino transmitiu que, reconhecendo a necessidade de transporte das associações nas suas variadas deslocações, a Câmara tem feito um protocolo com todas as associações no sentido de assumir metade da despesa na aquisição de viaturas. “Esta repartição das responsabilidades é muito importante”.

O Vice-Presidente referiu-se ainda à reconstituição do Rancho Estrela do Norte como um processo de aprendizagem e união da associação.

O autarca reconheceu que 31 anos de vida de uma associação é “muito tempo, muito esforço, muita dedicação, muita gente e não nos podemos esquecer de todos os que por aqui passaram. Estar aqui, hoje, convosco é muito bom porque significa que a Juvenorte está viva”.

José Moita, Presidente da Direção da Juvenorte, manifestou que a sua maior satisfação na celebração deste 31º aniversário foi ter o Rancho Estrela do Norte, novamente, formado e com “exibição de luxo” no jantar comemorativo realizado no passado sábado. Tal deve-se ao “esforço e dedicação de algumas pessoas que se uniram e deram um bocadinho do seu tempo para ensaiar, às terças e quintas-feiras, entre 21h30 e a meia-noite, os jovens, sendo que algum deles só agora começaram a dançar”. Para breve, a associação anseia a concretização de um sonho: atuação do Rancho no estrangeiro, só possível com o apoio da autarquia.