Com uma actuação ao
vivo, Kubic, alter-ego musical de Victor Afonso, acompanhou com uma banda
sonora original os filmes mudos “Un Chien Andalou” de 1928, e “Entre’Acte”, de
1924, ambos os filmes surrealistas. À actuação, de cerca de 40 minutos,
seguiu-se um participado debate onde questões como “o que é o surrealismo?” ou “o  que é arte?” foram discutidas, para além da
visão de arte hoje e de à um século atrás, altura em que foram realizados os
dois filmes exibidos.

As composições
musicais apresentadas remetem para dois filmes que são referência do cinema
vanguardista de início de século. A música original de “Un Chien Andalou”, filme produzido em 1928 e realizado por
Luís Buñuel em parceria com o pintor Salvador Dali, foi composta em Junho de
2003, no âmbito das comemorações do 20º
aniversário da morte do realizador espanhol (1983-2003), no ciclo
retrospectivo da Mediateca Municipal da Guarda. Já a banda sonora de “Entre’Acte”,
filme de René Clair, foi composta por Victor Afonso na sequência de uma
encomenda da organização do Festival Internacional de Cinema IMAGO (Fundão) para a abertura do festival,
em 2005.

Surpresa
e criatividade são adjectivos que caracterizam o trabalho de Kubic. A sua
música, cuja qualidade é reconhecida pelo meio, 
é marcada pelas sonoridades electrónicas feitas de contrastes, fusões de
estilos, estilhaços e experimentalismos variados, onde conceitos como reciclagem
e montagem de referências estéticas são explorados.