O
convite da Junta de Freguesia surgiu depois de vários empresários e
comerciantes da região terem demonstrado preocupação em relação à atual
conjuntura financeira do país e à consequente vontade da instituição em
informar a sua população o melhor possível.

O antigo
vereador da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim fez uma retrospetiva sobre a
história da economia portuguesa e fez questão em explicar os motivos que
levaram o atual governo a aplicar as medidas de austeridade. Para Afonso
Oliveira, “temos que fazer o que ainda não foi feito”, referindo-se à
necessidade de restaurar a credibilidade internacional do país, estabilizar as
finanças públicas, baixar o défice, enfim, cumprir o memorando da Troika. Segundo
o deputado, é fundamental perceber que é necessário apoiar as empresas
exportadoras, bem como a agricultura nacional. “Hoje, tudo avança com muita rapidez
e Portugal tem que conseguir acompanhar as mudanças”.    

José
Macedo Vieira, Presidente da Câmara Municipal, e Lucinda Delgado, Vereadora do
Turismo, estiveram presentes nesta conferência.

Esta foi a primeira de uma série de conferências
que a Junta de Freguesia pretende realizar ao longo de 2012. A cada trimestre,
Aguçadoura vai contribuir para uma maior e melhor informação da sua população
acerca de vários temas. Economia foi, então, o primeiro tema a ser debatido.