Passar para o conteúdo principal

Os aspetos legais a considerar na criação de uma empresa deram mote a um Workshop realizado, ontem à tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho. A iniciativa, promovida em parceria com a Associação Nacional de Jovens Empresários (ANJE), contou com a participação de mais de uma centena de pessoas.

Na sessão de abertura, Aires Pereira, Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, referiu-se “àquilo que têm sido as motivações da autarquia poveira no que diz respeito à sensibilização para a criação de emprego e para a necessidade de todos estarmos disponíveis até para a criação do nosso próprio emprego”.

O autarca esclareceu que “naquilo que é a atividade municipal, temos vindo a dar, neste mandato, uma relevância grande a estes aspetos porque hoje, face à situação económica que o país vive, à grande crise social, que hoje todos assistimos, nomeadamente à juventude”.

Apesar de parecer que atualmente a juventude não tem outro destino senão emigrar, Aires Pereira considera que “a juventude não tem outro destino senão ficar cá e contribuir”, tratando-se, como é sabido, “da geração mais bem preparada que até hoje existiu no país e, se calhar, aquela que é menos aproveitada e menos oportunidades tem tido”.

O Presidente da Câmara Municipal referiu-se ainda ao Centro de Incubação da Póvoa de Varzim, resultante de uma parceria entre o Município e a ANJE, “que está praticamente lotado e tem dado oportunidade a muita gente de poder ter o seu espaço e iniciar-se na atividade empresarial”.

Em nome do Município, manifestou ainda “a total disponibilidade para todas as escolas e estruturas do concelho que pretendam promover ações de sensibilização e divulgação”.

Aires Pereira transmitiu que “temos vindo, através da nossa política fiscal, a tentar ser mais competitivos no sentido de criarmos uma maior atratividade para as empresas que se queiram instalar no concelho da Póvoa de Varzim”.

Neste sentido, o edil advertiu que no nosso concelho se pratica “a mais baixa taxa de Imposto Municipal sobre Imóveis e isso pode fazer toda a diferença para a instalação de novas empresas no nosso espaço”.

O Presidente transmitiu que “a Póvoa de Varzim tem, no que diz respeito às acessibilidades, uma atratividade natural”, pela sua proximidade ao Aeroporto e Porto de Leixões e ligação à A28. Assim sendo, considera que “o nosso Município tem todas as condições para fixar novas empresas e ser altamente competitivo nessa atividade”.

Mónica Veloso, advogada e palestrante deste Workshop, transmitiu aos participantes conhecimentos mais aprofundados sobre  os aspetos jurídicos inerentes à atividade empresarial, com particular enfoque nos procedimentos legais necessários à criação da empresa e na propriedade industrial. 

A importância do registo de marca como fonte de valor de negócio indiscutível e de enorme relevância na atividade empresarial foi, igualmente, abordada, ficando claro que a força da imagem de marca de uma empresa é essencial para a conquista do mercado.

Enquanto representante do Departamento de Incubação da ANJE, Iria Magalhães referiu-se ao Centro de Incubação da Póvoa de Varzim e escritórios virtuais:

“A ANJE assume-se como principal “player” da incubação de empresas em Portugal, gerindo uma rede de 12 incubadoras, num total de 122 espaços empresariais, dos quais 12 destinados a empresas industriais e 110 a empresas de serviços. Nesta rede está integrado o Centro de Incubação da Póvoa de Varzim, que dispõe de um serviço de incubação física (já quase com uma taxa de ocupação de 100%) e de um serviço de incubação virtual.

Através da incubação virtual, a ANJE apoia empresas que, para além de envolverem poucos recursos humanos, desenvolvem atividades que não exigem, ou não justificam, o investimento em infraestruturas. Nestes casos, os centros de incubação servem de base física de negócios, funcionam como sede social e como local para receção de clientes, fornecedores e parceiros, através da utilização dos serviços de secretariado, bem como do espaço da incubadora. A garantia imediata de gastos e a garantia de acesso a uma estrutura montada por profissionais qualificados”.

Procissão de Nossa Senhora do Rosário: trânsito condicionado

No dia 9 de outubro, a Póvoa de Varzim recebe a procissão em honra de Nossa Senhora do Rosário.

Importando garantir adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no trajeto da mesma, o Município alerta a população para os condicionamentos de trânsito no dia da procissão, a partir das 16h00.

Assim, estará interdita a circulação de trânsito e o estacionamento de todos os veículos nas seguintes artérias da cidade: Rua da Igreja, Rua do Visconde, Largo Eça de Queirós, Praça do Almada, Rua Dr. Sousa Campos, Praça da República, Rua da Junqueira, Largo Dr. David Alves, Rua da Alegria, Avenida Mouzinho de Albuquerque, Largo das Dores e Rua de S. Pedro.

Noite de Fado na Fonte da Bica: alterações ao trânsito automóvel

No dia 1 de outubro, o Grupo Recreativo Estrela do Bonfim vai realizar a Noite de Fado na Fonte da Bica.

De modo a garantir as adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no decorrer do espetáculo, o Município alerta a população para a interdição da circulação de trânsito automóvel na Rua Fonte da Bica, entre as 21h30 e as 23h30 de amanhã.