A abrilhantar estes dois concertos estarão presentes o Quarteto Verazin e o Coral Ensaio, sob a direção musical de Abel Carriço. 

O Quarteto Verazin é o agrupamento residente do Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim (FIMPV), o Quarteto Verazin (QV) foi criado pela Associação Pró-Música da Póvoa de Varzim em 2007. Nesse mesmo ano, ocorreu a sua primeira apresentação pública, no âmbito da programação nuclear da 29ª edição do Festival, integra-se regularmente na sua programação, desde então. Dedica-se à divulgação do extenso repertório escrito para quarteto de cordas, tendo já interpretado em público obras de Barber, Beethoven, Borodin, Brahms, Chausson, Debussy, Dvorák, Golijov, Grieg, Joly Braga-Santos, Joseph Haydn, Mendelssohn, Pärt, Prokofiev, Ravel, Schubert, Shostakovich, Viana da Motta e Hugo Wolf.

O Quarteto Verazin aposta fortemente na estreia e divulgação de novas obras, sendo dedicatário do Quarteto nº 2 – “Movimentos do Subsolo” e Quarteto nº4 de António Pinho Vargas e “Verazin nº1” de Carlos Azevedo, obras encomendadas pelo FIMPV. Estreou também em Portugal “Tenebrae” de O.Golijov e “Quimera Etérea” de Inés Badalo Lopez.”

O Coral Ensaio iniciou a sua atividade em Janeiro de 1989, sob a direção do Prof. José Abel Carriço. Inicialmente, este projeto surgiu com a criação da Escola Municipal de Música da Póvoa de Varzim, pelo Município desta cidade, em Maio de 1988, sendo formado por alunos, encarregados de educação e melómanos dedicados.

Ao longo da sua existência, participou em audições públicas da Escola de Música e em variados momentos culturais da localidade e de várias cidades de Portugal, Espanha, Bélgica e Holanda. Organizou e participou no 1º e 2º Encontro Internacional de Coros Amadores da Póvoa de Varzim, em 1995 e 1996, onde estiveram coros de Espanha e de França. Em 2013, 2014 e 2017, participou no Encontro de Música Coral da Póvoa de Varzim. Recentemente (2017), realizou um concerto, na Igreja da Senhora da Oliveira, integrado no Festival de Música Religiosa de Guimarães.

Tem-se apresentado em concerto, com alguma frequência, no Festival Internacional de Música da Póvoa de Varzim, e tem sido presença constante nas edições do Ciclo de Música Sacra da Igreja Românica de Rates.

Gravou para a edição em CD de “Os Melhores Coros Amadores da Região Norte”, nomeadamente, com temas populares poveiros. 

Ao longo da sua intensa atividade, vem praticando um vasto repertório histórico, profano e sacro, incluindo autores portugueses, nomeadamente poveiros. A sua presença em concerto tem sido “A Capella” ou em parceria com distintas formações instrumentais e destacados solistas.