Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Póvoa volta a ser "cidade da Paz"-Programa do Encontro pela Paz apresentado hoje

“Esta é uma iniciativa da sociedade civil a que a Câmara se associa e é com muito gosto que afirmo que sublinho este facto, porque o Encontro pela Paz é uma iniciativa de sucesso e que, desde o ano 2000, vive da dedicação dos cidadãos que nele trabalham”, foi desta forma que Luís Diamantino, vereador dos Pelouros da Cultura, Educação e Acção Social, abriu a conferência de imprensa desta manhã, em que foi apresentado o programa do Encontro pela Paz.

Notícias

Póvoa volta a ser "cidade da Paz"-Programa do Encontro pela Paz apresentado hoje

Póvoa de Varzim, 29.11.2006

“Esta é uma iniciativa da sociedade civil a que a Câmara se associa e é com muito gosto que afirmo que sublinho este facto, porque o Encontro pela Paz é uma iniciativa de sucesso e que, desde o ano 2000, vive da dedicação dos cidadãos que nele trabalham”, foi desta forma que Luís Diamantino, vereador dos Pelouros da Cultura, Educação e Acção Social, abriu a conferência de imprensa desta manhã, em que foi apresentado o programa do Encontro pela Paz.

Pelo sexto ano consecutivo, a Câmara Municipal associa-se, assim, ao Encontro pela Paz, que vai decorrer, na Póvoa, entre Novembro e Janeiro de 2007.  O programa de iniciativas é vasto e inicia-se no dia 10 de Dezembro, às 11h30, com o “Jogo pela Paz”, que será o jogo de futebol entre o Varzim e o Feirense, a contar para o Campeonato Nacional da Liga de Honra, mas que será transformado numa grandiosa manifestação pública de apoio ao movimento. O Jogo terá lugar no estádio do Varzim Sport Club e iniciar-se-á com o hastear de uma bandeira branca, alusiva a este Encontro.
No dia 13 de Dezembro, às 14h30, abre ao público a exposição "Pintar uma Mensagem de Paz", composta por trabalhos de alunos de várias escolas do concelho. No dia 17, também às 14h30, tem lugar uma das principais iniciativas do programa: a cerimónia do Encontro pela Paz, que se realiza no Pavilhão Municipal, onde, após a realização de um espectáculo, se faz uma largada de pombos e se organiza um cordão humano, que percorre as ruas da cidade até à Praça do Almada. Aqui faz-se um minuto de silêncio pela Paz e deitam-se flores brancas na Taça da Paz.
No dia 31 de Dezembro fica o desafio para que se volte a realizar um minuto de silêncio pela Paz, o que pode ser feito por quem quiser e onde quer que se encontre. No primeiro dia do novo ano, às 16h00, tem lugar a simbólica cerimónia de deitar ao mar as flores reunidas na Taça da Paz. É sempre um momento de grande beleza, que decorre no interior do Porto de Pesca, no já denominado "Cais da Paz".

flores_paz

O Encontro pela Paz termina no dia 13 de Janeiro, no Diana Bar, com o encerramento, às 21h30, da exposição "Pintar uma Mensagem de Paz" e com o visionamento do filme do encontro do ano anterior.
Entre o dia 29 de Novembro e o dia 13 de Janeiro, todas as pessoas da Póvoa são convidadas a colocar nas suas janelas e varandas um pano branco pela Paz.
A provar a força e dinamismo deste evento, o Encontro pela Paz conta este ano com uma comissão de honra bastante representativa e que é composta pelo Presidente da República (Professor Cavaco Silva), pelo Primeiro Ministro (Eng. José Sócrates), Arcebispo Primaz de Braga (D. Jorge Ortiga), Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim (Dr. Macedo Vieira), Dr. Jorge Sampaio, Alice Vieira, Carlos Daniel, Jorge Gabriel, José Carlos Malato, José Carlos Vasconcelos, Júlio Magalhães, Luis Aleluia, Luísa Dacosta, Maestro Ferreira Lobo, Mariza, Merche Romero, Professor Daniel Sampaio, Professor Pinto da Costa, Rui Reininho, Ruy de Carvalho, Sónia Araújo e por Vítor Baía.
O Encontro pela Paz tem como principais objectivos sensibilizar a população para a importância crucial do envolvimento de todos na promoção de uma cultura de Paz, criar hábitos de partilha, celebração e de troca de experiências positivas, promover uma acção orientada, sem diferenças de raça, credo ou condição sócio-económica e consolidar uma tradição de Paz.  

O Dia Mundial da Paz, dia 1 de Janeiro, foi instituído pelas Nações Unidas, no ano 2000, e logo nesse primeiro ano a Póvoa associou-se ao movimento global que, desde então, não tem parado de crescer, juntando um número cada vez maior de pessoas, que se envolvem das mais variadas formas nesta iniciativa.