Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Câmara aprova abertura da participação no E54 e concede dois subsídios aos Bombeiros

A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim aprovou a abertura da participação preventiva no que concerne a alteração ao Plano de Pormenor da Zona E54 (PPE54).

Notícias

Câmara aprova abertura da participação no E54 e concede dois subsídios aos Bombeiros

Póvoa de Varzim, 09.01.2019

A Câmara Municipal da Póvoa de Varzim aprovou a abertura da participação preventiva no que concerne a alteração ao Plano de Pormenor da Zona E54 (PPE54).

Depois da publicação do aviso – que deve acontecer dentro de oito a quinze dias – a população poderá participar na discussão acerca das alterações ao Plano. O prazo fixado para a concertação, discussão pública, ponderação dos resultados, aprovação e publicação será de dois anos, informou o Presidente da Câmara Municipal, Aires Pereira.

O autarca referiu, também, a atribuição de dois subsídios destinados “a recompensar o altruísmo dos homens e mulheres que constituem os Bombeiros Voluntários da Póvoa de Varzim” (24 mil euros) e à ampliação do seu Quartel (130 mil euros). O primeiro apoio é já uma tradição e corresponde ao valor angariado pelos Bombeiros junto da população. O Município iguala sempre o montante da contribuição da comunidade poveira.

Aires Pereira sublinhou que “a competência pela Proteção Civil é da própria autarquia e, quando a administração central falha, nós não podemos mesmo falhar. Estamos sempre disponíveis para colaborar com os Bombeiros para que consigam ter a máxima eficácia possível e, assim, a segurança dos poveiros estar também assegurada”.

Segundo o edil, “este modelo de voluntariado nos Bombeiros deve continuar como forma de participação cívica. No entanto, esta responsabilidade deve ser mais profissionalizada e em permanência para não podermos colocar o risco de todos nós somente em cima dos voluntários. Não podemos ter a vida das pessoas só assente no voluntariado. Temos que refletir sobre o futuro para que não possamos nos demitir das nossas responsabilidades. É preciso evoluir”.