Estabelecimentos de ensino e
Instituições Particulares de Solidariedade Social do concelho aceitaram o
desafio do Pelouro do Ambiente e vão dar forma a mais uma edição do concurso
Eco-Rotundas de Natal, que
consiste na execução de enfeites (de grandes dimensões) a partir da reutilização
e reciclagem de resíduos.

A montagem das
decorações nas rotundas Hospital (Rua Cidade do Porto/ Largo das Dores), Via B/
Rua Almeida Brandão, Pinheiros, Farol e Courados (Via B) começou na
terça-feira, 14, terminando amanhã, 18 de Dezembro, ficando os trabalhos
expostos até 6 de Janeiro do próximo ano.
  Participam o MAPADI, o Jardim-escola “O Ribeiro”, o Educar e
Prevenir J. Infância, Lda., o Grande Colégio da Póvoa de Varzim e o Centro
Social da Paróquia de Beiriz.

Terminada a
montagem, os trabalhos vão ser alvo de uma avaliação por parte de um júri,
constituído pelo Vereador do Pelouro do Ambiente, Aires Pereira, pela Chefe de
Divisão de Ambiente e Serviços Urbanos da autarquia e por um elemento do
Gabinete de Relações Públicas e Comunicação da Câmara Municipal. Vão ser
atribuídos três prémios, tendo em conta factores como a imaginação e criatividade
dos trabalhos, a diversidade de materiais utilizados e a participação activa
dos alunos. A instituição distinguida com o 1º lugar recebe 800 euros em
material didáctico, diminuindo este valor para 300 euros e 150 euros para as
colocadas em 2º e 3º lugar, respectivamente.
 

Organizado há já vários anos, o concurso
Eco-Rotundas de Natal, mais do que contribuir para o embelezamento da cidade,
motiva a população escolar para a “Política dos Três R’s: reduzir, reutilizar e
reciclar”. É também um instrumento de sensibilização para a população em geral
sobre a problemática da produção de resíduos sólidos urbanos.