Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Feira do Livro com animação para todos os públicos

Marca distintiva do verão poveiro, a Feira do Livro está de regresso ao Largo do Passeio Alegre, entre 27 de julho e 15 de agosto.

Notícias

Feira do Livro com animação para todos os públicos

Póvoa de Varzim, 18.07.2019

Marca distintiva do verão poveiro, a Feira do Livro está de regresso ao Largo do Passeio Alegre, entre 27 de julho e 15 de agosto.

Todos os dias, das 16h00 às 24h00, as livrarias deixam de ter paredes e passam a ser ao ar livre, com o mar poveiro como pano de fundo para a leitura, sempre acompanhada de muita animação, música e teatro para os mais novos. O feriado de 15 de agosto será a exceção, com abertura agendada para duas horas mais cedo, às 14h00.

A animação musical de rua começa logo no dia de abertura, sábado, 27 de julho, com a atuação dos Mimo´s Street Parade, às 18h00 e às 22h00. Os Mimo's propõem um espetáculo vivo e criativo, com momentos teatrais, cómicos e circenses ao longo de toda a atividade, que combina o estilo musical dixieland dos anos 20 com o gesto mímico e a magia do teatro.

No domingo, 28, às 16h30, Paulo Moça realiza “Puzzle de Madeira”, a primeira das suas oficinas infantis que visam ensinar a reutilizar materiais com muita diversão à mistura. Direcionadas ao público mais novo, as oficinas aceitam um máximo de doze participantes, mediante inscrição prévia. Às 22h00, Filipe Fonseca apresenta “As canções da nossa praça”, com uma viagem pelos temas que fizeram sucesso na história da música nacional, num espetáculo pleno de empatia e interação com o público.

Paulo Moça regressa ao evento no dia 30, às 16h30, com nova oficina infantil, “Coroa de Índio”. A cantora e compositora brasileira Viccky, nascida no Rio de Janeiro, sobe ao palco às 18h00, com um repertório de músicas da sua autoria e compositores consagrados do pop rock nacional e internacional. Seguir-se-á a apresentação do livro “Bonis Avibus”, de Manuel Meira Fernandes, às 22h00.

Os contos infantis regressam à Feira do Livro no dia 31, às 16h30, com “Eu é que conto”, a anteceder nova atuação de Viccky, às 18h00. Ana Paula Mateus apresenta a obra “Toda a água que nos une”, às 22h00. Vencedor do Prémio Literário Fundação Dr. Luís Rainha/Correntes d´Escritas 2019, este livro conta a história de um amor improvável entre um pianista e uma escritora na cidade onde é bom viver, a Póvoa de Varzim.

Agosto principia com dois espetáculos musicais no dia 1. A carioca Viccky regressa às 18h00 e a banda The Cover Van irá animar a noite poveira, a partir das 22h00, com o seu projeto musical de interpretação muito própria dos clássicos intemporais, em formato acústico.

O dia 2 de agosto acolhe o regresso de “Entre Pontos e Contos”, de Cláudia Pinheiro, às 16h30, com a autora a interpretar os tecidos, as texturas e as cores com uma divertida história criativa feita a pensar nos mais novos.  A partir do mundo das histórias infantis, Cláudia Pinheiro dá origem a diversas personagens e cenários feitos em tecido (tapetes, aventais e sacos), que ajudam o contador a estabelecer um ambiente propício à interpretação do conto infantil. Ao final da tarde, às 18h00, e inicio da noite, às 22h00, é chegada a vez de deixar o Largo do Passeio Alegre rendido com nova abordagem pouco convencional, desta feita de Paulo Vatayan.

O fim de semana de 3 e 4 de agosto recebe a oficina infantil “Tambor de Mão”, de Paulo Moça, no sábado, às 16h30; uma sessão de autógrafos com o escritor, ilustrador, cineasta e músico Afonso Cruz, às 18h00 de domingo e o grande concerto da banda do qual o mesmo faz parte, os The Soaked Lamb, a partir das 22h00.

A oficina infantil “Boneco com Meia” dará colorido ao dia 5, às 16h30 e Sérgio Mirra será o cabeça de cartaz do dia 6, às 18h00 e às 22h00, com o melhor da música tradicional portuguesa.

O teatro infantil está agendado para o dia 7, às 16h30, com a chegada de Dorothy, de Totó, do Espantalho, do Homem de Lata e do Leão Medroso à Póvoa de Varzim, numa recriação do intemporal “Feiticeiro de OZ”, produzida pelo Teatro da Lua. Ao teatro, seguir-se-á a música, às 18h00, a cargo dos vilacondenses Town & Country.

“A Chiclateira”, uma criação única e original da Encerrado para Obras, promete animar o Largo do Passeio Alegre, no dia 8, às 17h00 e às 22h00, com a sua orquestra sobre rodas, equipada com instrumentos de percussão criados a partir de objetos reciclados, como tachos, almotolias, baldes e tubos. O projeto é composto por Cláudia Santos, cantora e percussionista e David Cruz, multi-instrumentalista e compositor.

O dia 9, sexta-feira, será marcado pela poesia de Aurelino Costa, acompanhado por Benedita Stingl, Aurora Gaia, Côta Seixas e um músico convidado, a partir das 18h00. Uma sessão a não perder, com a marca sempre especial e surpreendente do prestigiado poeta, diseur e advogado poveiro.

O fim de semana de 10 e 11 de agosto terá um pouco de tudo. No sábado, os EZ Sub irão transformar o público em ator e performer, numa animação de rua marcada para as 17h00 e 22h00. Num cenário urbano, um submarino funciona como experiência sensorial inovadora, uma máquina cénica de grande formato capaz de transportar os transeuntes para uma realidade alternativa. Entre as duas animações dos EZ Sub, André Rodrigues apresenta o livro “Números que contam histórias”, às 18h30.

No domingo, Mário João Alves apresenta a obra “A Orquestra da Baleia”, às 18h00. O livro surgiu a partir de uma encomenda da Orquestra Clássica do Centro e visa celebrar a estreita relação entre a instituição e Cabo Verde, seguindo a epopeia marítima de uma orquestra em digressão. O fim de semana termina com o grande concerto da Banda Musical da Póvoa de Varzim, às 22h00.

Paulo Moça termina a sua participação na Feira do Livro com as oficinas “Casa de Passarinho de Papel” (16h30, de dia 12) e “Organizadores com Rolo de Papel” (16h30, de dia 13). Viccky volta ao palco nos dias 13 e 14, sempre às 18h00, a anteceder a apresentação do livro “O Espada a Rasto”, de António Assunção, às 22h00 de dia 13 e o concerto dos Littleband, às 22h00 de dia 14. “O Espada a Rasto” retrata a fantasiosa personificação criada pelo povo ao incógnito oficial, Alferes de Cavalaria, que depois de desaparecido e, talvez morto, continuou a preencher de temor a imaginação de sucessivas gerações das gentes de Santo Tirso. Os Littleband colocam um ponto final na edição 2019 da Feira do Livro com a interpretação de temas suaves e agradáveis ao ouvido, deambulando por sons de jazz, bossa nova e blues que prometem deslumbrar poveiros e visitantes.

A Câmara Municipal deseja-lhe boas leituras nestas três semanas recheadas de animação no Largo do Passeio Alegre. Consulte o programa aqui.