IDENTIDADE

A Bolsa Concelhia de Voluntariado da Póvoa de Varzim – BCVPV -, é uma plataforma concelhia de promoção, dinamização, animação e suporte à prática do Voluntariado local, da responsabilidade da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, através do Pelouro de Acção Social e dinamizada no âmbito da missão e competências da D.E.A.S. – Divisão de Educação e Acção Social.

MISSÃO

A Bolsa Concelhia de Voluntariado da Póvoa de Varzim – BCVPV – tem como Missão acompanhar, apoiar e valorizar cada voluntário que a integra ou possa estar afecto de alguma forma ou em qualquer momento/prática, procurando contribuir:

  • para o seu desenvolvimento integral, nos diferentes domínios da sua condição humana e de cidadão activo;
  • para o adequado e harmonioso desenvolvimento do Voluntariado, conforme o disposto no enquadramento legal e normativo em vigor, em conformidade com os “Programas de Voluntariado” e “Programas de Voluntariado/Projectos de Voluntariado” estabelecidos;

Propõe-se ainda, a mediar a relação dos seus Voluntários, com entidades e/ou instituições locais – assim como regionais e nacionais – promotoras de voluntariado organizado e sem fins lucrativos, nas práticas e serviços de Voluntariado temporário – entenda-se de curta e/ou média duração -, decorrente de “Projectos Aprovados de Voluntariado” por esta autarquia.

Por último, compromete-se a garantir, que na prática do Voluntariado exercido no âmbito dos “Programas de Voluntariado” e “Programas de Voluntariado/Projectos de Voluntariado” acordados, sejam asseguradas as condições necessárias à boa prática do acto e missão Voluntária, assim como a proporcionar a formação e garantias que se entendas necessárias.

OBJECTIVOS

A B.C.V.P.V apresenta como Objectivos Gerais:

  • Difundir e potenciar o Voluntariado no concelho da Póvoa de Varzim;
  • Aumentar a participação da comunidade nos âmbitos do Voluntariado, sobretudo junto das entidades, instituições e grupos concelhios que o promovam de forma estruturada;
  • Contribuir para a consciência colectiva dos problemas e para o compromisso da população na sua respectiva prevenção e resolução, com recurso ao Voluntariado;
  • Criar, adequar e mediar modalidades de trabalho Voluntário nas instituições e entidades parceiras e/ou com “Projectos Voluntariado” superiormente aprovados.

A B.C.V.P.V apresenta como Objectivos Específicos:

  • Envolver os cidadãos em actividades organizadas de voluntariado;
  • Proporcionar ao maior número de cidadãos (sobretudo) deste concelho o acesso a actividades e iniciativas que tenham como propósito o próximo e/ou o bem comum;
  • Contribuir para o processo de (in)formação da comunidade, nomeadamente dos mais jovens;
  • Proporcionar formas alternativas e educativas de animação do tempo livre;
  • Promover momentos de partilha – de experiências, práticas e saberes – entre as entidades e/ou instituições promotoras de Voluntariado, e entre voluntários;
  • Assegurar a promoção e informação ao nível concelhio no que concerne ao Voluntariado e temas afins.

VALORES

A Bolsa Concelhia de Voluntariado da Póvoa de Varzim – BCVPV – assume como seus, os Valores: o “Voluntariado”, a “Gratuitidade”, a “Cooperação”, a “Solidariedade”, a “Fraternidade”, a “Igualdade”, a “ Cidadania”, a “Justiça”, a “Interculturalidade” e a “Intergeracionalidade”.

e tem como Ideias-chave, as quatro premissas[1]:

  • a VOLUNTARIEDADE: o Voluntariado, a acção Voluntária, resulta de uma adesão pessoal e livre, sendo expressão de uma opção ética, pessoal, gratuita, sem espera de qualquer recompensa ou retribuição;
  • a SOLIDARIEDADE: entenda-se o altruísmo, interesse pelo outro. O Voluntariado concretiza-se nesta entrega e interesse pelo próximo, pelo bem-comum e colectivo, assumindo-se como compromisso solidário para a melhoria colectiva, geral e pública;
  • a ACÇÃO: o Voluntariado, é para além de um valor ético, uma prática concreta que se concretiza quanto mais acção e efectiva se afirmar, afirmando-se expressão real dos valores professados;
  • a ORGANIZAÇÃO: o Voluntariado, por reconhecer-se de valor imensurável, carece para com os seus propósitos de uma actuação planeada, organizada, suportada e sinérgica que evite o desperdício de tempo e recursos, por parte das organizações e entidades que o promovem e/ou coordenem.

[1] tendo como base, o “Voluntariado.net”. http://www.voluntariado.net (visita a 30.Julho.2011).