Deixarás a Terra, Gente séria e Um muro no meio do caminho foram apresentados esta manhã

Deixarás a Terra, Gente séria e Um muro no meio do caminho foram apresentados esta manhã

No penúltimo dia do Correntes d’Escritas os lançamentos de livros continuam, na Sala de Atos, do Cine-Teatro Garrett. Hoje foi a vez de Renato Cisneros, com o livro Deixarás a Terra; Hugo Mezena com a obra, Gente séria e de Julieta Monginho com o livro Um muro no meio do caminho.
“O que escrevo é o que é e eu posso não ser o que julgam”

“O que escrevo é o que é e eu posso não ser o que julgam”

“O que escrevo atormenta o que sou” foi o tema da Mesa 5 que, esta manhã, se realizou no Cine-Teatro Garrett, no âmbito do 19º Correntes d’Escritas.
Feira do Livro

Feira do Livro

Sendo o Correntes d’Escritas um festival literário onde não faltam escritores e leitores, também não podem faltar os livros. Para tal, e como já tem sido habitual há uma feira do livro situada mesmo em frente ao Cine-Teatro Garrett.
João Botelho filma "Peregrinação" como homenagem a Fernão Mendes Pinto, que morreu na miséria

João Botelho filma "Peregrinação" como homenagem a Fernão Mendes Pinto, que morreu na miséria

João Botelho assina “Peregrinação” e ontem, no âmbito do Correntes d’Escritas, antes da exibição do filme, falou sobre este trabalho inspirado no livro homónimo de Fernão Mendes Pinto.
“Escrevo para não enlouquecer, não me matar, para me salvar”

“Escrevo para não enlouquecer, não me matar, para me salvar”

“Escrevo para não salvar o mundo” foi o tema da Mesa 4, no final desta tarde de quinta-feira, dia 22, no Cine-Teatro Garrett, na Póvoa de Varzim. Inserida no Correntes d’Escritas, a iniciativa foi moderada por Renato Filipe Cardoso.
Correntes à conversa: “A fotografia revela o que escondem as palavras”

Correntes à conversa: “A fotografia revela o que escondem as palavras”

Correntes à conversa volta nesta 19º edição do Correntes d’Escritas e trata-se de algumas mesas, em espaços mais pequenos do que a Sala Principal do Garrett, onde escritores partilham histórias com o público. O tema desta última foi “a fotografia revela o que escondem as palavras” e os participantes foram e fotógrafo Daniel Mordzinski e escritor Luis Sepúlveda.
Poetas experimentais reuniram-se, “à conversa”, no Theatro

Poetas experimentais reuniram-se, “à conversa”, no Theatro

Este ano, o Correntes d’Escritas também passou por um novo espaço dedicado aos sabores e à cultura na Póvoa de Varzim, o Theatro - Restaurante, wine bar, livraria e galeria de artes.
Dezenas de lojas "também" são livrarias

Dezenas de lojas "também" são livrarias

Perto de meia centena de espaços comerciais da cidade da Póvoa de Varzim é, por estes dias, (também) uma livraria. A iniciativa surge no âmbito do 19º Correntes d’Escritas.
Portugal, Angola e Moçambique na Mesa 3

Portugal, Angola e Moçambique na Mesa 3

“Escrevo para dizer aquilo que não sei” foi o tema de mais uma Mesa do Correntes d’Escritas.
Três lançamentos de livros com três grandes escritores

Três lançamentos de livros com três grandes escritores

Na manhã de hoje foram apresentados mais três livros, na Sala de Atos do Cine-Teatro Garrett.
“Sonho palavras clandestinas quando escrevo”

“Sonho palavras clandestinas quando escrevo”

Os escritores Rui Zink, Ana Margarida Carvalho e Daniel Munduruku foram esta manhã de quinta-feira, dia 22, à Escola Secundária Rocha Peixoto, no âmbito de mais uma iniciativa paralela ao 19º encontro de escritores de expressão ibérica, Correntes d’Escritas.
Filipa Martins e Afonso Cruz estiveram à conversa com os alunos da Escola E.B  2/3 Dr.Flávio Gonçalves

Filipa Martins e Afonso Cruz estiveram à conversa com os alunos da Escola E.B 2/3 Dr.Flávio Gonçalves

Como tem vindo a acontecer em anteriores edições do Correntes d’Escritas, é habitual alguns escritores irem às escolas da Póvoa de Varzim, para conversar com os alunos e incentivá-los para a leitura. Este ano não será diferente e manhã de hoje os escritores Filipa Martins e Afonso Cruz estiveram na Escola E.B 2/3 Dr. Flávio Gonçalves.
Ver mais