Este foi o resultado das análises efetuadas à água do lago do Parque da Cidade na passada semana.

As análises e consequente resultado foram elaboradas pelo LABRISK – Laboratório da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto pela Câmara Municipal da Póvoa de Varzim depois do aparecimento de bloom algal no lago e havendo a necessidade de conhecer a sua possível toxicidade.

Foram realizadas quatro colheitas da massa de água superficial, os quais foram selecionados criteriosamente, com o objetivo de obter uma amostragem representativa das características da água do lago.

Em suma, o lago do parque da cidade da Póvoa de Varzim encontra-se num estado de eutrofização natural, que nada tem que ver com a gestão do mesmo, mas sim com a sua inserção geográfica numa zona marcadamente agrícola.

Consulte o relatório.