Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

Póvoa de Varzim, Cidade Amiga das Pessoas Idosas

Realizou-se, ontem à tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a assinatura do Protocolo de Colaboração "Póvoa de Varzim, Cidade Amiga das Pessoas Idosas", entre o Município da Póvoa de Varzim e Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto (ESS-IPP).

Notícias

Póvoa de Varzim, Cidade Amiga das Pessoas Idosas

Póvoa de Varzim, 14.02.2019

Realizou-se, ontem à tarde, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a assinatura do Protocolo de Colaboração "Póvoa de Varzim, Cidade Amiga das Pessoas Idosas", entre o Município da Póvoa de Varzim e Escola Superior de Saúde do Instituto Politécnico do Porto (ESS-IPP).

O principal objetivo do projeto Cidades Amigas das Pessoas Idosas é verificar se a cidade da Póvoa de Varzim apresenta características amigas das pessoas idosas, na perspetiva de pessoas idosas, cuidadores e prestadores de serviços.

Estiveram presentes na sessão o Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, a Presidente da Escola Superior de Saúde do IPP, Cristina Prudêncio, a Vereadora da Coesão Social, Andrea Silva, e a responsável pelo projeto do Laboratório de Reabilitação Psicossocial da ESS-IPP, Paula Portugal.

O Presidente da Câmara Municipal lembrou que é uma “prioridade deste executivo criar condições para que os idosos sintam que estão vivos, que fazem parte da vida”, acrescentando que “temos dedicado grande parte da nossa atuação ao bem-estar dos idosos criando equipamentos de referência para fazer com que as pessoas se sintam úteis e que fazem parte da sociedade poveira. Nesse sentido, Aires Pereira informou que “temos vindo a multiplicar estes equipamentos nunca declinando a responsabilidade que as famílias têm que ter, ou seja, o Município está presente, mas, em primeiro lugar, a responsabilidade é das famílias”. A este propósito, não pôde deixar de referir-se ao projeto Desporto Sénior, que envolve mais de mil pessoas de todo o concelho, quer aos Centros Ocupacionais que vão dando conhecimento da realidade e da necessidade que temos de ter respostas específicas.

Com este projeto, o autarca espera que “a Escola Superior de Saúde do IPP faça um trabalho de caracterização do nosso setor mais idoso, das pessoas que precisam mais da ajuda de todos nós para, de alguma forma, percebermos se as respostas que estamos a dar são suficientes ou se há necessidade de numa ou noutra área haver reforço das respostas que o Município tem nesta área”.

Com esta parceria com a ESS do IPP pretende-se ainda “num futuro próximo, dimensionar e projetar outras soluções para respostas que são necessárias ser dadas por parte da autarquia, porque o Estado está cada vez mais distante e tem cada vez menos capacidade de dar resposta. Portanto, estes cidadãos dependem cada vez mais da disponibilidade e sensibilidade de quem está mais próximo, o Município”.

Outra preocupação do Município é tornar a cidade urbanisticamente cada vez mais amiga dos idosos com “um modelo de acalmia de tráfego, segurança no atravessamento e diminuição das barreiras arquitetónicas”.

Paula Portugal explicou de que modo o projeto “Póvoa de Varzim, Cidade Amiga das Pessoas Idosas” vai ser implementado no nosso concelho salientando que se trata de algo pioneiro e inovador no nosso país o facto de serem avaliadas as categorias de bem-estar, literacia em saúde mental e fragilidade, temáticas financiadas a nível europeu para investigação.

Veja a fotogaleria.