Passar para o conteúdo principal

Póvoa de Varzim, 01.10.2012 - Se tivéssemos que optar por duas palavras que sintetizassem o fim de semana, escolheríamos Aventuras e Paladares.

 

O evento organizado pelo Pelouro do Turismo reuniu associações, agentes turísticos, ranchos e academias de dança, fitness e artes marciais, tudo em prol do desenvolvimento económico do concelho através de um dos seus maiores trunfos, a capacidade de receber bem quem nos visita. Preparado para assinalar o Dia Mundial do Turismo, o evento teve início na sexta-feira, com uma palestra sobre “O Turismo e as Energias Sustentáveis”, com André Habler Rente, da Fundação EDP.

Começando por explicar os valores estratégicos da Fundação (inovação social, excelência nas artes, fusão da energia com ciência e educação, promoção de cidades contemporâneas e sustentáveis e construção de uma cultura corporativa), André Habler Rente sublinhou que esta é já “uma das instituições privadas que mais investe no terceiro setor em Portugal, destacando-se por um posicionamento inovador que rejeita a tradicional lógica caritativa para privilegiar o investimento em projetos sustentáveis e com capacidade para quebrar ciclos de pobreza e de exclusão social”. Sobre a dependência energética do país, afirmou ser “bastante grande. Mais de metade da dívida operacional do país vem da importação de energia”. A eletricidade constitui apenas “35% da energia gasta em Portugal. A matéria-prima portuguesa, a água, o vento, as ondas e o sol, tem que ser melhor aproveitada, de modo a diminuir os gastos com a importação. Temos que fazer um balanço sobre o que queremos deixar de positivo às gerações vindouras”. Sobre as energias sustentáveis, André Habler Rente apresentou diversos projetos nos quais a Fundação EDP está envolvida e que pretendem dinamizar o turismo em regiões menos desenvolvidas do país.   

Presente nesta primeira iniciativa esteve António Cândido, em representação do Turismo do Porto e Norte de Portugal, que sublinhou a relevância do setor na economia do país: “o turismo representa cerca de 11,5% do Produto Interno Bruto (PIB), gera 300 milhões de empregos, traduzindo-se em mais de 10% da força de trabalho no mundo”.

DMTurismo2012

Depois da palestra, o Rancho Folclórico de Aver-o-Mar atuou na Praça Marquês de Pombal, local onde, durante todo o restante fim de semana, a animação não faltou. Atuações de Ranchos, aulas de ginástica, ateliês de trabalhos manuais, teatro, dança, música e artesanato e ainda houve a possibilidade de adquirir, a preços promocionais, vales de atividades como arborismo, equitação, golfe, insufláveis, paramotores, passeios em charretes ou carros antigos, aulas de surf e bodyboard, entre tantas outras. A gastronomia, com as Rabanadas à Poveira e as Francesinhas à Poveira, foi outro fator distinguido neste fim-de-semana.

Lucinda Delgado, Vereadora do Pelouro do Turismo, considera que “os poveiros têm uma mais-valia, o saberem receber. Somos extremamente simpáticos com quem nos visita e gostamos da nossa terra. Além de todos os fantásticos equipamentos que o concelho possui, bem como a praia e a gastronomia, esta simpatia pode fazer toda a diferença na hora de escolher um destino turístico”.

 


Tópicos
Aviso: Procissão em Honra de Nossa Senhora da Saúde – alterações ao trânsito automóvel

No dia 7 de agosto, vai realizar-se, em Laúndos, a Procissão em Honra de Nossa Senhora da Saúde.

Neste sentido, a partir das 15h00 deste dia, e até ao termo da Procissão, é interdita a circulação de trânsito, de todos os veículos, nas seguintes artérias freguesia de Laúndos: Rua do Comendador Aventino Fernandes Laje, Rua do Recreio, Rua Manuel Gomes Coelho Júnior, Rua de S. Miguel, Avenida Senhora da Saúde e Rua Monsenhor Pires Quesado.