O programa “Um Dia Pela Vida” foi desenvolvido pela Liga Portuguesa Contra o Cancro, no âmbito de um programa internacional da American Cancer Society. Em Portugal, teve início em 2005 e já percorreu mais de 60 localidades. Nestes 18 anos, mais de 275 mil pessoas contactaram com este projeto e, aproximadamente, 60 mil participaram ativamente.

O Município da Póvoa de Varzim associou-se a esta iniciativa de ajudar a promover uma mudança de atitude da comunidade e de cada um de nós face à doença: cancro não é necessariamente morte, educando e informando sobre o processo da doença e na angariação de fundos para os programas de prevenção e atividades de apoio ao doente da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

As Vereadoras Andrea Silva e Lucinda Amorim fizeram questão de se juntar a este projeto, que irá prolongar-se até 13 de julho. Na sua intervenção, Andrea Silva falou de uma “causa que nos apaixona e emociona” e que permite “dar a conhecer às pessoas pequenas dicas e formas de nos prevenirmos desta doença”.

Para a Vereadora da Coesão Social, este tipo de projetos é essencial para que a Liga Portuguesa contra o Cancro, “um farol, uma orientação e uma luz” na vida de muitos doentes oncológicos e seus amigos e familiares, possa continuar a promover a investigação, a sensibilização e a prevenção”. Para alcançarmos a cura desta doença, “são precisos meios e estas iniciativas são fundamentais” para que a instituição continue o seu trabalho, em prol da nossa comunidade.