O STD funciona como um serviço de apoio telefónico que funciona 24 horas/dia e 365 dias/ano, tendo como suporte um terminal fixo ou móvel, através do qual acionando um botão de emergência aliado a um telefone de alta voz, o utente pode comunicar com um operador que faz uma avaliação imediata da situação.

Esta é uma das formas que a Câmara Municipal encontrou de prevenir casos de solidão, depressão e exclusão social junto da população mais vulnerável, sendo que cerca de 1/5 dos nossos residentes estão na terceira idade. 

Atualmente, o serviço conta com 64 beneficiários, residentes nas diferentes freguesias do concelho, e desde o início do ano já foram efetuados mais de 500 contactos.

Os interessados em solicitar este serviço à Câmara Municipal da Póvoa de Varzim devem apresentar o seu pedido, a qualquer momento junto da Rede Social (afetosemcasapacd@cm-pvarzim.pt ou 252 088 007/913 159 388), se preencherem os requisitos:

• Possuir idade igual ou superior a 65 anos;
• Viver sozinhos ou em situação de isolamento total ou temporário e/ou ter algum grau de dependência/incapacidade comprovada mediante relatório médico;
• Residir no concelho da Póvoa de Varzim há pelo menos um ano;
• Estar recenseados no concelho da Póvoa de Varzim;
• Ter um rendimento mensal “per capita” igual ou inferior a 509,26€.

Esta iniciativa encontra-se integrada no projeto “PVpAC – Póvoa de Varzim promove Afetos em Casa”, financiado ao abrigo do PRR – Plano de Recuperação e Resiliência, e que constitui uma das sete Operações integrantes do Plano de Ação das Operações Integradas nos Territórios de Intervenção (PAOITI) da Póvoa de Varzim. Este projeto disponibiliza uma equipa multidisciplinar que monitoriza e acompanha os beneficiários semanalmente e que se desloca a casa do/a idoso/a, sempre que necessário, quer seja para a verificação dos equipamentos, quer seja para a identificação de necessidades de cuidados de saúde e/ou apoios na área da ação social.