Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Inovar no Presente,
Garantir o Futuro!

Sections

"Tenho vergonha desta escola. Mas, finalmente, tudo vai mudar"

O projeto de renovação da Escola EB 2/3 de Aver-o-Mar foi apresentado ontem no seu Pavilhão Desportivo.

Notícias

"Tenho vergonha desta escola. Mas, finalmente, tudo vai mudar"

Póvoa de Varzim, 08.06.2018

O projeto de renovação da Escola EB 2/3 de Aver-o-Mar foi apresentado ontem no seu Pavilhão Desportivo.

Alunos, professores, funcionários e encarregados de educação ouviram e viram como a sua escola vai ficar dentro de um ano.

Quem não conhecia os meandros do estabelecimento de ensino daquela freguesia e todas as suas fragilidades teve, logo à entrada do Pavilhão Desportivo, um vislumbre das paupérrimas condições que estudantes, docentes e funcionários têm que enfrentar todos os dias. As imagens mostradas pelo arquiteto responsável pela obra, Mário Jorge, não deixaram quaisquer dúvidas: a escola precisa de uma intervenção a todos os níveis: balneários, casas de banho, canalizações, reabilitação profunda dos blocos, espaços exteriores, iluminação, etc.

Segundo o arquiteto, foram identificados todos os defeitos da escola e todos vão ser resolvidos a tempo do ano letivo 2019/2020.

O Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, Aires Pereira, não poderia ter sido mais transparente: “tenho vergonha desta escola, das condições que aqueles que aqui estudam e trabalham têm de encarar todos os dias. Por esse motivo, tenho que fazer uma homenagem aos profissionais de Aver-o-Mar. Por muito menos já foram fechadas a cadeado escolas no país. No entanto, vocês continuaram a desempenhar as vossas funções com a mesma dinâmica, o mesmo interesse. Pois bem, chegou a altura de vos dar o estímulo que vocês merecem e, finalmente, dar condições a quem trabalha e a quem estuda”.

O autarca explicou que os materiais escolhidos exigem pouquíssima manutenção e que são extremamente duráveis. Aires Pereira também alertou professores e funcionários para a possibilidade de haver “alguns alunos a chegarem sujos às aulas, uma vez que vai haver alguma simultaneidade entre a obra e a escola a funcionar”. No entanto, realçou que o Município vai fazer todos os possíveis para que a obra se faça de uma vez só e perturbe o mínimo possível o funcionamento da escola”.

O Presidente da Câmara sublinhou que não foi por vontade do Município que a Escola de Aver-o-Mar não sofreu obras de melhoria anteriormente: “esta obra é há muito desejada por parte da comunidade escolar e por parte do Município mas cabia à Administração Central essa responsabilidade. Agora, por ineficácia da administração central, que deixou de fazer intervenções nas escolas da sua responsabilidade, podemos, finalmente, dar a Aver-o-Mar a escola que merece”.

Aires Pereira disse que o montante disponibilizado pela Administração Central não é o suficiente para a realização da obra. Por isso, o Município irá investir o restante, cerca de 1,3 milhões de euros.

Veja a fotogaleria.