Estão praticamente concluídas as obras de reabilitação do agrupamento habitacional da Rua Dr. Alberto Sampaio.
A intervenção abrangeu os cinco blocos mais antigos do empreendimento, construídos no início dos anos 80, permitindo, não só melhorar o aspecto exterior dos edifícios, que apresentavam evidentes sinais de degradação, como as condições de vida dos habitantes, que viam as suas casas  afectadas sobretudo por infiltrações de água da chuva através das paredes e coberturas. A maior parte das obras incidiu, por isso, na impermeabilização dos edifícios, cujas paredes foram reparadas e, posteriormente, revestidas por material isolante. As coberturas foram também substituídas na íntegra.

No interior foram também realizadas obras, que permitiram recuperar os pavimentos danificados das áreas comuns, reorganizar as redes de água, saneamento e electricidade e substituir as portas das entradas principais. Os edifícios apresentam agora uma imagem completamente renovada, não só pela transformação operada pela colocação de um novo revestimento nas paredes, mas também pela substituição de estores e das janelas das marquises.
Com um investimento de um milhão e seiscentos mil euros, a Câmara Municipal recuperou as áreas comuns destes cinco blocos, que contêm 180 fogos. Na sua totalidade, os trabalhos abrangeram uma área bruta de mais de três mil metros por bloco e representam a conclusão de uma intervenção mais vasta, que se iniciou no final dos anos 90, com  a abertura de ruas, pavimentação, criação de parques de estacionamento, de zonas desportivas e de áreas ajardinadas, tudo para permitir uma maior integração urbana e abertura desta zona residencial.

habitacaosocial01
Praticamente concluídas as obras, importa agora alertar os habitantes que delas beneficiam para a necessidade de evitarem danos futuros nos edifícios e para a obrigatoriedade de respeitarem e protegerem o local em que habitam e que foi reabilitado com fundos públicos.A Câmara Municipal realizou, nos últimos anos, um grande investimento na construção de habitação social no concelho. Em Argivai, Amorim, Aver-o-Mar, Terroso e São Pedro de Rates foram construídos empreendimentos que permitiram alojar centenas de famílias, quer ao abrigo do Projecto Especial de Realojamento, quer na modalidade de habitação a custos controlados. O bairro de Barreiros foi também alvo de obras de recuperação, sendo agora a vez dói agrupamento da Rua Dr. Alberto Sampaio ver completamente remodelados os seus edifícios.