O lado
sul da Praça é o primeiro local da intervenção. A partir do dia 21 as obras vão
estar localizadas no entroncamento da Praça do Almada com a Rua dos Ferreiros e
a Rua Dr. Sousa Campos, ou seja, no topo sul poente. Esta primeira fase da obra
vai impedir o acesso à Praça pela Rua dos Ferreiros, sendo a alternativa a Rua
Agonia Frasco, seguindo depois a Rua Almirante Reis (EN13). Impedido é também o
acesso à Rua Dr. Sousa Campos pela Praça do Almada.

 

praca_almada1_peq
Primeira fase

Numa
segunda fase, que terá início a 26 de Fevereiro, o trânsito será cortado no
lado sul, a poente, até à EN13. O trânsito que fluir à Praça pela Rua dos
Ferreiros fará um desvio pelo lado norte da Praça, que passará a ter dois
sentidos entre e a Rua dos Ferreiros e a EN13. O trânsito na rua entre a EN13 e
o Largo Eça de Queirós (em frente aos Paços do Concelho) passará a ser feito em
sentido contrário, ou seja, de poente para nascente. Para quem vem no sentido
Vila do Conde – Póvoa de Varzim, continua a ser possível virar à direita para a
Praça, mas não será possível contorná-la.

 

praca_almada2_peq
Segunda fase

Quanto à
praça de táxis, esta manter-se-á no mesmo local, mas em sentido contrário.

Com
estas obras de renovação, a Praça do Almada terá um carácter mais pedonal, já
que a parte norte será encerrada ao trânsito e pedonalizada.  Uma intervenção que pretende recuperar o
espírito de praça como espaço de passagem e ponto de encontro de pessoas. Entre
os arranjos previstos está a pavimentação, iluminação mais moderna,
reestruturação das redes de abastecimento de água potável e drenagem das águas
residuais domésticas e pluviais, entre outras, e na fase final, a implantação
de mais árvores e bancos de jardim. 

As obras
tem uma duração máxima prevista de nove meses.