Passar para o conteúdo principal

Liberto Cruz

Formação Universitária:

Licenciado em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade Clássica de Lisboa (1959).

Actividade Profissional:

Professor do Liceu Nuno Álvares (Castelo Branco) e Gil Vicente (Lisboa) 1959-1962 e 1964-67respectivamente. Mobilizado para Angola de 1962 a 1964. Leitor da Universidade da Alta Bretanha, Rennes (1967-70), onde criou a cadeira de Literatura Angolana (1969), sendo assim o introdutor dos estudos de literatura africana de expressão oficial portuguesa em França. Assistant Associé da Universidade de Alta Bretanha em Rennes(França) de 1969 a 1975. Chargé de Cours da Universidade de Vincennes (1969-1970). Chargé de Cours da Universidade de Nantes (1970-1971).  Conselheiro Cultural da Embaixada de Portugal em Paris (1975-1988).

Ministrou um curso sobre Literatura Angolana a convite da Universidade de Vincennes, Paris (1977 a 1979). Director dos Serviços de Educação, Ciência e Filantropia da Fundação Oriente, Lisboa, de 1988 a 1996. Vice-Presidente da Assembleia Geral da Associação Portuguesa de Escritores de 1989 a 1991.  A convite do Departamento de Língua e Cultura Portuguesas da Faculdade de Letras de Lisboa ministrou um curso semestral sobre A Ficção Portuguesa Contemporânea em 1995. Membro da Direcção da Sociedade Nacional de Belas Artes, de 1995 a 1997. Coordenador da Cultura da Comissão Nacional da Unesco, de 1996 a 1999. Responsável pela gestão cultural do Convento da Arrábida e pela Comissão Instaladora do Museu do Oriente de 1996 a 2000. Director do Boletim informativo da Fundação Oriente de 1989 a 2000. Aposentado desde Setembro de 2000.

Actividade Literária:

Poeta, ensaísta, crítico literário e tradutor.

Fundou e dirigiu a revista literária Sibila, Castelo Branco 1961.

Director da colecção Poesia e Ensaio da Ulisseia (1964-1966).

Crítico literário do Jornal de Letras (1965 – 1966).

Colaborador da revista Colóquio Letras desde 1971.

Membro da Associação Internacional de Críticos Literários.

Presidente da Associação Portuguesa de Críticos Literários.

Membro do PEN Club.

Membro da Associação Portuguesa de Escritores.

Júri de vários prémios literários: Vergílio Ferreira (Gouveia), Associação Portuguesa de Escritores, Círculo de Leitores, Almada, Cascais, Sintra, Casino do Estoril

Responsável pela publicação das Obras de Ruben A., edição da Assírio e Alvim, desde  1988. Já foram editados 16 volumes.

Colaborador do Dicionário Cronológico de Autores Portugueses, Instituto Português do Livro e das Bibliotecas. (1985 – 2001).

Colaborador da Enciclopédia de Consulta – Literatura Portuguesa, Direcção de Roberto Carneiro.Lexicultural. Lisboa,1998.

Colaborador do Dicionário de Literatura, Direcção de Jacinto do Prado Coelho. Livraria Figueirinhas.Porto. 2002.

Tem efectuado conferências, tanto em Portugal como no estrangeiro, sobre Júlio Dinis, Fernando Pessoa, José Régio, o Romance Português Contemporâneo, Ruben A .,Nunes Claro, M.S.Lourenço, etc

Autor de vários prefácios e apresentações de livros de natureza literária e plástica de autores tanto nacionais como estrangeiros.

Tradutor de: Blaise Cendrars, Roger Peyrefitte, Le Clézio, Marguerite Duras, Robert Pinget, Sade , Samuel Beckett,  Philéas Lebesgue,etc.

Obras publicadas:

Poesia: Momento (1956); A Tua Palavra (1958); Névoa ou Sintaxe (1959); Itinerário (1962); Gramática Histórica (1971); Distância (1976); Ciclo (1982); Jornal de Campanha (1986) – Prémio de Poesia da Cidade de Lisboa; Caderno de Encargos (1994). Sequências (2000).Gramática Histórica – Revista e Aumentada. Lisboa, 2007.

Figura nas seguintes antologias:

Antologia da Novíssima Poesia Portuguesa. Moraes Edit. Lisboa,1961.

Antologia de Poesia Portuguesa Erótica e Satírica. Afrodite. Lisboa,1965.

Poesia Portuguesa do Pós – Guerra. Ulisseia.Lisboa,1965.

Antologia de Poesia Concreta em Portugal. Assírio e Alvim.Lisboa,1973.

800 Anos de Poesia Portuguesa. Círculo de Leitores. Lisboa,1973.

Antologia de Poesia Visual Europeia. Editorial Futura Lisboa 1977

Antologia da Poesia Portuguesa (1940 – 1977). Moraes Editores,Lisboa 1979

Textos para Angel Crespo.Ciudad Real,1986 Antologia de Homenagem
a Cesário Verde.
C.M. de Oeiras. Lisboa,1991.

Poetas Escolhem Poetas. Lello e Irmão. Porto,1992.

Homenagem a Bashô. Limiar.Porto,1995.

Homenagem a David Mourão-Ferreira. Limiar.Porto,1997.

100 anos Federico Garcia Lorca. Homenagem dos Poetas Portugueses. Universitária Editora. Lisboa,1998.

Em Louvor de Santo António de Lisboa – Testemunhos Contemporâneos das Letras portuguesas. Edição da Igreja – Casa de Santo António.Lisboa 1998.

Antologia da Poesia Portuguesa Contemporânea. Lacerda Edit. Rio de Janeiro,1999.

Choque e Pavor 25 poemas contra a guerra no Iraque.Editora Ausência.Vila Nova de Gaia,2003.

Antologia de Poesia Experimental Portuguesa. Angelus Novus.Coimbra,2004.

Cerejas – Poemas de Amor. Editorial Tágide. Lisboa,2004.

Na Liberdade – Antologia Poética. 30 anos – 25 de Abril.Garça editores.Peso da Régua,2004.

Mãe Ser. Editora Pássaro de Fogo.Lisboa,2006.

Mudam-se os tempos,mudam-se as vontades. Antologia de poesia Traço – Comum.

Casa das Cenas.Sintra,Junho 2007.

A Sophia. Homenagem a Sophia de Mello Breyner Andresen.Editorial Caminho.

Lisboa , 2007.

Ensaio:

Viragem do Romance Português. Fundação Gulbenkian. Paris,1969.

José Cardoso Pires. Edit. Arcádia (1972)

Júlio Dinis ( Antologia) Pub. Europa América (1973)

Blaise Cendrars Poesia em Viagem (Trad.pref. e notas).Assírio e Alvim (1975)

António José da Silva O Judeu.Três Peças:apresentação e notas. Imprensa Nacional (1976)

Co-autor de Apprendre le Portugais d`Aujourd`hui. Université de Haute Bretagne Rennes (1973)

Fotobiografia de Ruben A. (com José Brandão e Nicolau Leitão) Assírio e Alvim (2000) 2ª ed. 2001

Biografia de Júlio Dinis Quetzal ( 2002) 2ª ed. Círculo de Leitores (2006).

Blaise Cendrars: Poesia em Viagem (nova tradução e novaapresentação) e Blaise Cendrars: Folhas de Viagem (Selecção tradução e notas) Assírio e Alvim (2005)

Portugal no Mercure de France (tradução e notas) (com Madalena Carretero Cruz)

Em 1977 fez parte da Representação Portuguesa na Bienal de São Paulo.

Em 2002 participou na Exposição sobre a Poesia Experimental Portuguesa realizada no Museu de Serralves (Porto)

Prix National Blaise Cendrars (2008 Vannes) França com o poema Partir

Em preparação:

Biografia de Ruben A. (com Madalena Carretero Cruz)

Dicionário de Júlio Dinis (com Madalena Carretero Cruz)

No Prelo:

Antologia de Ruben A. (com Madalena Carretero Cruz)

Colaboração em

Jornais: República, Diário de Notícias, Diário de Lisboa, Diário Popular, O Século, Jornal de Sintra, Notícias de Sintra, A Planície, Jornal do Fundão, Reconquista, A Capital, Jornal de Notícias, O Primeiro de Janeiro, O Comércio do Porto ,Estado de São Paulo, Expresso, Jornal de Letras e Artes,etc.

Revistas: Bandarra, Sibila, Ocidente, Peregrinação, Coordenada, Estudos de Castelo Branco, Hidra, Poesia Experimental, Seara Nova, Nova Renascença, Vida Mundial, Flama, Mea Libra, A Phala, Colóquio Letras, O Escritor, Palavra em Mutação, Boca do Inferno, Anto, Camões, Arquivos do Centro Cultural Português da Fundação Gulbenkian (Paris), Latitudes (Paris), Action Poétique, Nouvelles Études Portugaises et Brésiliennes (Rennes), Sillages (Poitiers),Rua Larga (Universidade de Coimbra), Cartografia Imaginária de Eduardo Lourenço.etc

Procissão de Nossa Senhora do Rosário: trânsito condicionado

No dia 9 de outubro, a Póvoa de Varzim recebe a procissão em honra de Nossa Senhora do Rosário.

Importando garantir adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no trajeto da mesma, o Município alerta a população para os condicionamentos de trânsito no dia da procissão, a partir das 16h00.

Assim, estará interdita a circulação de trânsito e o estacionamento de todos os veículos nas seguintes artérias da cidade: Rua da Igreja, Rua do Visconde, Largo Eça de Queirós, Praça do Almada, Rua Dr. Sousa Campos, Praça da República, Rua da Junqueira, Largo Dr. David Alves, Rua da Alegria, Avenida Mouzinho de Albuquerque, Largo das Dores e Rua de S. Pedro.

Noite de Fado na Fonte da Bica: alterações ao trânsito automóvel

No dia 1 de outubro, o Grupo Recreativo Estrela do Bonfim vai realizar a Noite de Fado na Fonte da Bica.

De modo a garantir as adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no decorrer do espetáculo, o Município alerta a população para a interdição da circulação de trânsito automóvel na Rua Fonte da Bica, entre as 21h30 e as 23h30 de amanhã.