Passar para o conteúdo principal
Memória do 18º Correntes d´Escritas guardada em fotografia

Memória do 18º Correntes d´Escritas guardada em fotografia

Daniel Mordzinski, conhecido como “o fotógrafo dos escritores”, recolheu algumas imagens marcantes dos protagonistas da 18ª edição do Correntes d´Escritas, no âmbito do seu ambicioso “atlas humano” da literatura ibero-americana.
Correntes d´Escritas: "Principal festival literário português"

Correntes d´Escritas: "Principal festival literário português"

Finda a 18ª edição do Correntes d´Escritas, o balanço não podia ser mais entusiasmante. Dez mesas, lançamentos de livros, poesia, música, cinema, inúmeras conferências, sessões nas escolas, exposições, iniciativas inéditas a propósito dos locais mais belos da Póvoa de Varzim, o Correntes teve de tudo um pouco e vincou o seu lugar no panorama cultural nacional e internacional.
“O Correntes é de toda gente”

“O Correntes é de toda gente”

Chegou ao fim o 18º Correntes d’Escritas. Uma edição marcada por um lado, pela presença do Presidente da República e, por outro, pelo envolvimento que o evento teve com a cidade e com os poveiros.
O legado de Raúl Brandão nas palavras de Francisco José Viegas

O legado de Raúl Brandão nas palavras de Francisco José Viegas

A sede da Associação Leões da Lapa foi o palco de uma conversa com Francisco José Viegas, ao final da tarde de hoje, no âmbito da 18ª edição do Correntes d´Escritas.
A Flor Amarela e Coração Mais que Perfeito: últimos livros a serem lançados 

A Flor Amarela e Coração Mais que Perfeito: últimos livros a serem lançados 

A Flor Amarela, de Anabela Mota Ribeiro, e Coração Mais que Perfeito, de Sérgio Godinho, foram os últimos livros a serem lançados nesta 18ª edição do Correntes d’Escritas.
Poemas, anedotas e recordações na última Mesa

Poemas, anedotas e recordações na última Mesa

Com poemas, anedotas, citações, recordações e pensamentos se compôs a última Mesa da 18ª Correntes d’Escritas.
Juan Gabriel Vásquez e João Gobern apresentam os seus livros

Juan Gabriel Vásquez e João Gobern apresentam os seus livros

A Forma das Ruínas, de Juan Gabriel Vásquez, e Quando a TV parava o país, de João Gobern foram apresentados ao final da manhã deste último dia do Correntes d’Escritas. 
“O jogo é frágil, mas as palavras são fortes”

“O jogo é frágil, mas as palavras são fortes”

Este sábado de manhã, o Cine-Teatro Garrett recebeu a 9ª e penúltima Mesa da 18ª edição do Correntes d´Escritas.
Miguel Marques e Daniel Mordzinski: literatura e fotografia em comunhão

Miguel Marques e Daniel Mordzinski: literatura e fotografia em comunhão

Esta noite foram lançados dois livros no âmbito do Correntes d’Escritas.
Aquilo que hoje está provado foi ontem imaginado

Aquilo que hoje está provado foi ontem imaginado

“a única ciência é a realidade que as imagens inventam”, com Alexandra Lucas Coelho, Álvaro Laburinho Lúcio, Clara Ferreira Alves, Jordi Llobregat e José Manuel Fajardo – moderação de Francisco José Viegas – foi o tema escolhido para a Mesa 8 do Correntes d’Escritas.
Apresentados novos livros de Onésimo Teotónio Almeida e de Paula de Sousa Lima

Apresentados novos livros de Onésimo Teotónio Almeida e de Paula de Sousa Lima

A sala de atos do Garrett acolheu, ao final do dia de hoje, o lançamento de mais dois livros.
Poesia é salvação

Poesia é salvação

A Mesa 7 reuniu, ao final da tarde de hoje, João de Melo, Miguel-Manso, Ondjaki e Sérgio Godinho.