Passar para o conteúdo principal
Correntes d'Escritas: um "milagre" consumado

Correntes d'Escritas: um "milagre" consumado

Póvoa de Varzim, 24.02.2014 - Nem mesmo os 600 lugares disponíveis do Centro de Congressos do Hotel Axis Vermar foram suficientes para acomodar a multidão que desejava assistir às Mesas do 15º Correntes d’Escritas.
Encontro conseguido "a ferro e fogo" que se consolidou em "milagre"

Encontro conseguido "a ferro e fogo" que se consolidou em "milagre"

Póvoa de Varzim, 24.02.2014 - O que mais impressionou o Vereador da Cultura, Luís Diamantino, na 15ª edição do Correntes d’Escritas foi mesmo o mar de gente que compareceu no Centro de Congressos do Axis Vermar, entre 20 e 22 de fevereiro.
A estrela do Correntes será sempre o livro

A estrela do Correntes será sempre o livro

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - O 15º encontro Correntes d’Escritas encerrou, como é habitual, com a entrega de prémios aos vencedores consagrados este ano: Manuel Jorge Marmelo, Luísa Raquel Morgado e EB1 de Sever do Vouga. A mensagem do Vereador da Cultura, Luís Diamantino, neste encerramento foi “nunca desistam dos vossos sonhos”!
Gente Feliz com Lágrimas: 25 anos depois continua a atrair todas as atenções

Gente Feliz com Lágrimas: 25 anos depois continua a atrair todas as atenções

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - Uma das novidades da 15ª edição do Correntes d’Escritas é um momento de 30 minutos de conversa a propósito da reedição de um livro.
“O único culpado do que escrevo sou eu”

“O único culpado do que escrevo sou eu”

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - Cada um se ajeitou como pôde. Pernas estendidas ou esticadas, consoante a preferência, suportados por uma parede ou apenas pelas próprias pernas. Já percebeu, não já? Para não quebrar a tradição – que por acontecer há já 15 anos pode considerar-se uma tradição – a última Mesa do Correntes d’Escritas esteve completamente a abarrotar.
Mais três livros apresentados, esta manhã, no correntes

Mais três livros apresentados, esta manhã, no correntes

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - A Misericórdia dos Mercados, de Luís Filipe Castro Mendes, Os passos em volta dos tempos de Eduardo Lourenço, de Carlos Câmara Leme e A Invenção do Amor, de José Ovejero foram os livros lançados, esta manhã, no 15º Correntes d’Escritas.
"Num tempo onde tudo tem um preço, a poesia é cada vez mais necessária e urgente"

"Num tempo onde tudo tem um preço, a poesia é cada vez mais necessária e urgente"

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - A noite foi longa e, por isso, a manhã começou devagar. Os mais de 600 lugares disponíveis no Axis Vermar não foram preenchidos com a rapidez das cinco “Mesas” anteriores mas, no final, e mais uma vez, não existia praticamente nenhuma cadeira livre.
Livro é muito mais do que a antologia corrente da existência

Livro é muito mais do que a antologia corrente da existência

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - Sete escritores debruçaram-se sobre o desafio da frase “Cada livro é a antologia corrente da existência”.
Novos lançamentos no 15º correntes, ontem à noite

Novos lançamentos no 15º correntes, ontem à noite

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - Três livros encerraram os lançamentos do segundo dia do Correntes d’Escritas: Toni, de Rita Nova e Adriana Baldaia e Choriro e Entre as Memórias Silenciadas de Ungulani Ba Ka Khosa.
Nova edição de obra de Maria Teresa Horta foi apresentada ontem

Nova edição de obra de Maria Teresa Horta foi apresentada ontem

Póvoa de Varzim, 22.02.2014 - Foi apresentada, ao final da tarde de ontem, a nova edição do romance Ambas as mãos sobre o corpo, de Maria Teresa Horta.
“Conhecemos melhor as chávenas que seguramos do que a parte de nós que as segura”

“Conhecemos melhor as chávenas que seguramos do que a parte de nós que as segura”

Póvoa de Varzim, 21.02.2014 - Talvez as “Mesas” do Correntes d’Escritas estejam destinadas a ter sempre pessoas sentadas no chão e de pé, encostadas às paredes.
A ficção nos livros é corrente de verdade, a verdade como expressão pessoal

A ficção nos livros é corrente de verdade, a verdade como expressão pessoal

Póvoa de Varzim, 21.02.2014 - “A ficção nos livros é corrente de verdade” foi o desafio lançado a um conjunto de escritores na Mesa 3, esta tarde de sexta-feira, no Hotel Axis Vermar.