Passar para o conteúdo principal

Os Concertos de Páscoa estão de volta em abril, numa organização da Associação Pró-Música e da Escola de Música da Póvoa de Varzim, contando com o apoio do Pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim.

Os dias 6, 12, 13 e 16 de abril terão um ambiente musical a propiciar os momentos de reflexão próprios da quadra pascal, sempre com entrada livre, em parceria com a Confraria do SS Sacramento e as paróquias: S. José de Ribamar, Lapa e Matriz da Póvoa de Varzim.

O primeiro concerto (dia 6) apresenta na Igreja de S. José de Ribamar, pelas 21h30, Abertura e Rondo da Suite Abdlazer, de Henry Purcell, pela Orquestra de Cordas da Escola de Música da Póvoa de Varzim, dirigida por Vânia Oliveira; e ainda Missa Brevis, de Jacob de Haan, pela Orquestra de Sopros e Classes de Conjunto Vocais da Escola de Música, com direção musical de Paulo Veiga.

 

Abertura e Rondo da Suite Abdlazer | Henry PURCELL

Henry Purcel (1659-1695), compositor e organista inglês. Filho de Thomas Purcell, músico do rei. Aos 18 anos ocupou a posição de «compositor para os violinos do Rei». Durante a vida do compositor, foi reconhecida a sua posição entre os melhores compositores ingleses, no entanto, a sua genialidade só foi aceite pelas gerações seguintes aquando do bicentenário da sua morte.

 

Missa Brevis | Jacob de Haan (1959)

Missa Brevis, escrita para coro e orquestra de cordas, é um trabalho encomendado pelo Departamento de Música e Cultura da Alta-Alsácia, em França aquando da celebração do milénio do nascimento do Papa Leão IX de Éguisheim. Foi apresentada publicamente pela primeira vez em 2002, dirigida pelo próprio compositor, em direto para o canal televisivo France 2.

 

Vânia Oliveira iniciou os seus estudos musicais aos seis anos de idade, na Escola Municipal de Música da Póvoa de Varzim, na classe do professor Albino Macau Filipe. Entre 2001 e 2002 trabalhou com o professor Joaquim Matos, na classe de Violino.

No ano letivo 2002/2003 ingressou no Curso Superior de Violino da Escola Superior de Artes Aplicadas do Instituto Politécnico de Castelo Branco, com o Professor Augusto Trindade, onde concluiu a licenciatura em Violino, com a classificação final de dezasseis valores, em 2007. É licenciada em viola d’arco, pela mesma instituição onde estudou sob orientação dos Professores Jorge Alves e António José Pereira.

É membro da Orquestra Sinfónica da Póvoa de Varzim desde a sua fundação. É docente na Escola Municipal de Música da Póvoa de Varzim, desde 2007, onde leciona as disciplinas de violino, viola d’arco e orquestra de cordas.

 

Paulo Veiga, natural de Vila do Conde (1979), iniciou os seus estudos musicais aos 17 anos. Em 1998 ingressou na Associação da Banda Musical da Póvoa de Varzim. Em 1999 ingressou na Escola de Música da Póvoa de Varzim, onde teve como professores João Vaz, Sérgio Moreira, Manuel Nunes e Manuel Queiroz.

Obteve os graus de Bacharelato e Licenciatura pela Escola Superior de Música e das Artes do Espetáculo do Porto na classe do Professor Kevin Wauldron e o grau de Mestrado pela Universidade de Aveiro – Departamento de Comunicação e Arte, sob orientação do Professor Doutor Jorge Salgado Correia. Presentemente encontra-se em etapa de tese de doutoramento na Universidade de Santiago de Compostela, sob orientação da Professora Catedrática Estela Lamas.

Desde 2006 exerce as funções de docente na Escola de Música da Póvoa de Varzim, ocupando os cargos de professor de trompete e orquestra de sopros. Desde 2013 faz parte da Direção Pedagógica deste estabelecimento de ensino. De Janeiro de 2012 a Outubro de 2013 ocupou o cargo de maestro na Filarmónica de Vila Nova de Anha – Viana do Castelo. Desde Outubro de 2013 desempenha esta função na Associação da Banda Musical da Póvoa de Varzim.

Tópicos
Procissão de Nossa Senhora do Rosário: trânsito condicionado

No dia 9 de outubro, a Póvoa de Varzim recebe a procissão em honra de Nossa Senhora do Rosário.

Importando garantir adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no trajeto da mesma, o Município alerta a população para os condicionamentos de trânsito no dia da procissão, a partir das 16h00.

Assim, estará interdita a circulação de trânsito e o estacionamento de todos os veículos nas seguintes artérias da cidade: Rua da Igreja, Rua do Visconde, Largo Eça de Queirós, Praça do Almada, Rua Dr. Sousa Campos, Praça da República, Rua da Junqueira, Largo Dr. David Alves, Rua da Alegria, Avenida Mouzinho de Albuquerque, Largo das Dores e Rua de S. Pedro.

Noite de Fado na Fonte da Bica: alterações ao trânsito automóvel

No dia 1 de outubro, o Grupo Recreativo Estrela do Bonfim vai realizar a Noite de Fado na Fonte da Bica.

De modo a garantir as adequadas condições de segurança dos arruamentos integrados no decorrer do espetáculo, o Município alerta a população para a interdição da circulação de trânsito automóvel na Rua Fonte da Bica, entre as 21h30 e as 23h30 de amanhã.